A mistura do erudito e popular encerra III Ceará das Rabecas

A apresentação do grupo Rabecacello, da cidade de Itapipoca (Ceará), encerrou a programação do III Ceará das Rabecas, realizado de 13 a 18 de agosto de 2013 em Fortaleza.

O som resultante da mistura de violoncelo, violino, percussão e rabeca fechou a programação que teve como público cerca de 600 pessoas acompanhando o desdobramento do evento ao longo da semana.

Seguindo a característica de aproximar a academia da cultura popular, o Seminário Cultura e Tradição trouxe uma abordagem acerca do cenário cultural que se desdobrou em dois aspectos. No primeiro dia de atividades, a diversidade de expressões culturais encontradas na região do Cariri foi apresentada pelas pesquisadoras Dodora Guimarães, Joseilda Muniz, Lucia Helena e Sanae Som. Dando continuidade, no dia seguinte o público pôde ter uma noção de como construir uma rabeca e a importância das bandas musicais no contexto cearense ao conversar com Rômulo Santiago, Wellington Sousa e Paulo Mouta.

O conhecimento passado durante as oficinas seguiu a mesma linha dos anos anteriores: xilogravura, fotografia e tradição, construção e toque de rabecas. Entretanto, neste ano, as peças produzidas pelos participantes estiveram expostos no Espaço Multiuso do Dragão do Mar, juntamente com a exposição fotográfica Velhos Novos Rabequeiros, de Francisco Sousa e Gilmar de Carvalho.

Outra novidade desta edição foi o chamado Rabecas de Bolso. Nos dias 15 e 16 de agosto, o mestre rabequeiro Chico Barbeiro (Baixio), acompanhado pelo pífano de Expedito Caboclo (Juazeiro do Norte), apresentou-se nos terminais da Parangaba e Messejana, no Estoril e na Biblioteca Dolor Barreira.

Já no Encontro dos Rabequeiros no anfiteatro do Dragão do Mar, apresentaram-se 11 mestres vindos de diversas cidades do Ceará, como Quixeramobim, Independência, Varjota, Baixio, Guaraciaba do Norte e Quiterianópolis, e sete músicos de outras expressões.

Confira a cobertura do evento e mais informações nas nossas redes sociais facebook/Cearadasrabecas e no site www.cearadasrabecas.com.br

O III Ceará das Rabecas teve o Apoio Cultural do Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor) e Serviço Social do Comércio (Sesc) Ceará; Apoio institucional Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Rede de Atenção Cego Aderaldo,  Articule Captação Sustentável e 1Bando Comunicação. Realização e produção: Mungango Produções.

Deixe um comentário

, Facebook ou Twitter