Filme Doc Longa “Sal Duna Lamparina” de Germano de Sousa

O Documentário Sal, Duna, Lamparina retrata a história da comunidade Ponta do Mangue, localizada dentro do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. O objetivo dessa campanha no Catarse é poder viabilizar a finalização do documentário e a exibição do filme na comunidade.

Entre dunas, praias e lagoas está a comunidade Ponta do Mangue há mais de cem anos. Vivendo dos recursos naturais e mantendo uma relação de cuidado com a natureza, aproximadamente 45 famílias vem construindo suas histórias, costumes e sabedoria em um dos cenários mais exuberantes do Brasil.

O Projeto
O documentário Sal, Duna, Lamparina tem o objetivo de dar voz a estes moradores que protagonistas do seu cotidiano lutam pelo direito de serem respeitados enquanto cidadãos, tendo os recursos básicos de existência garantidos, e pela permanência no espaço onde foram criados.

Atualmente, é Dona Maria do Celso, 64 anos, representante da comunidade Ponta do Mangue, que tem dedicado seu tempo para divulgar esta história e para encurtar as distâncias entre o poder público e os moradores. A partir de agora, você também pode ser um protagonista:

Colabore com a finalização deste filme!

Por quê vocês precisam de 35 mil para finalizar um filme se as imagens já estão captadas?
A finalização de um filme depende de algumas etapas – correção de cor, montagem, mixagem de áudio e trilha, legendagem e tradução. Todos esses serviços são feitos por profissionais especializados, o que demanda uma verba maior para contratação. Acreditamos que investir nesta etapa é uma forma de agregar o valor devido a como esta incrível história merece ser contada.

Por quê vocês precisam de apoio para a exibição na comunidade? Qual a importância disso para divulgação da causa?
Esse é o ponto clímax do projeto, pois nada mais simbólico do que possibilitar aos protagonistas serem os primeiros a verem o resultado do filme. Mas, além disso, acreditamos que esta atitude é uma forma de fortalecer a autoestima da comunidade, principalmente dos mais jovens, que pela primeira vez irão ver sua história sair da invisibilidade. O custo de exibição abrange transporte e aluguel de equipamento adequado à realidade local, que lembrando, não tem energia.

Para maiores informações acesse o SITE www.catarse.me/pt/saldunalamparina

Deixe um comentário

, Facebook ou Twitter